Alfabetização: seu filho compreende o que lê?

Já falamos aqui sobre a importância do processo de alfabetização, as vantagens e os reflexos positivos que uma criança bem alfabetizada carrega para toda a vida. Mas você já parou para pensar quais os prejuízos que essa etapa realizada de forma errada pode acarretar no desempenho escolar de seu filho? É provável que você já tenha lido ou ouvido falar sobre o aumento no número de candidatos que tiraram nota zero na redação do Enem.

Você deve estar se perguntando: o que a nota zero na redação do Enem tem a ver com a alfabetização?

Tudo. Quando a criança é alfabetizada de forma mecânica, sem que seja respeitado o seu ritmo e levada em conta a sua bagagem e maturidade emocional, ela acaba juntando as palavras de forma artificial, tornando-se capaz de ler uma frase, mas incapaz de compreender o seu significado. Uma das consequências disso é um número cada vez maior de alunos que chegam ao Ensino Médio sem conseguir compreender enunciados ou construir um texto coerente. Dados do Ministério da Educação mostram, todos os anos, a fragilidade de alunos quando se trata de leitura, escrita e interpretação de textos. Entre os milhares de estudantes que fazem as provas, uma parcela cada vez maior tira nota zero na redação.

Diante disso, fica claro o quanto o processo de alfabetização é uma etapa delicada e decisiva na vida de uma criança. Quando se oferece um aprendizado em que podem opinar, questionar e confrontar, essas crianças ganham autonomia, desenvolvem o senso crítico e têm melhor desempenho escolar, com impacto positivo também na aprendizagem de outras disciplinas. Matemática, Química e Física não são feitas apenas de números e fórmulas; também precisam da linguagem verbal para serem compreendidas. Criança bem alfabetizada, que domina a leitura e a interpretação de textos, está pronta para aprender e compreender o que surgir pela frente.

Leia mais:

Alfabetizar não é ensinar a ler e escrever
Patrícia Poeta conversa com as mães sobre o tempo certo de alfabetização