Cantinho da leitura em casa: arquiteta dá dicas para manter os livros próximos das crianças

Prateleiras, estantes e móveis pouco práticos ou de difícil acesso em casa podem desencorajar uma criança a pegar um livro, simplesmente porque não o viu ou não o alcança. Acredite, mamãe, isso pode ser um obstáculo para o hábito da leitura em casa.

Então, quais seriam as soluções logísticas para isso? “Sempre deixar os livros ao alcance das crianças”, afirma a arquiteta Andrea Benthien, mãe de uma menina de quatro anos e um garoto de oito. Ela lista sete dicas que podem ser adotadas aí na sua casa para estimular a leitura dos pequenos:

  • mantenha os livros sempre à mostra das crianças;
  • coloque-os em bancadas de estudo, com brinquedos e outros objetos de uso habitual;
  • deixe-os sobre uma mesa lateral da cama ou criado-mudo;
  • distribua-os em nichos em altura compatível com a da criança;
  • organize-os em gavetões modulares, com rodinhas, que possam ser transportados com facilidade;
  • arrume-os em pufes de formas lúdicas (como dados), obedecendo à ergonomia da criança;
  • acomode-os dispostos em painéis, lado a lado.

Essas alternativas incentivam a criança a sempre ter contato com o livro, manipular, brincar e, inclusive, desenvolver o interesse pela leitura. “O ambiente também precisa de uma boa iluminação e proporcionar conforto na hora de ler. Precisa ser um momento prazeroso”, lembra a arquiteta. Segundo ela, porém, não se deve manter livros nos banheiros, pois a umidade do local pode causar a formação de mofo nas páginas.

Leia mais:

Como as crianças aprendem a ler 
Cinco livros para ler para o seu filho antes dos cinco anos