Cinco brincadeiras com livros para fazer em casa

Imagine se a Chapeuzinho Vermelho encontrasse a boneca Emília. Sobre o que elas conversariam? Do que brincariam juntas? Se você ficou curioso, imagine uma criança. Os livros despertam a imaginação por meio das próprias histórias e, também, com as brincadeiras que podem ser feitas com eles.

O psicólogo bielo-russo, Lev Vygotsky, já dizia que, ao brincar, a criança articula fantasia e realidade. Para ele, o brincar é um elemento de aprendizagem. Nesse sentido, e principalmente para crianças de 0 a 3 anos, os livros são peças fundamentais dentro de um contexto de estímulo e criação: livros são, literalmente, brinquedos.

O aspecto familiar também ganha muito com a exploração dos livros. Quer memória mais rica e afetuosa para deixar para seus filhos do que você lendo para eles e brincando com eles?

Preparamos cinco sugestões de brincadeiras com livros para você aproveitar com seus filhos. Confira!

Fantoches ou dedoches

A ideia é usar o livro como inspiração. Leia a história para a criança e, depois, use fantoches ou dedoches para encenar o que se leu. Vale usar brinquedos prontos, mas o melhor é produzir os fantoches ou dedoches com a criança. Pegue uma meia (ou até uma luvinha) que ela não usa mais, cola colorida, lantejoulas e faça o seu personagem. Depois, luz, câmera e ação!

Pintura com guache

Tenha em mãos o livro, papel acartonado, tinta guache e desenhos de figuras semelhantes às ilustrações encontradas na obra. Leia o livro mostrando todas as figuras para a criança. Depois, mostre a ela as figuras recortadas, e mãos na massa. Os menores podem usar os dedinhos para pintar; os maiores, se quiserem, podem usar o pincel. Vale brincar com glitter também. Com os desenhos secos, você ainda pode “dar um up”, colando palitos de sorvete atrás deles, fazendo fantoches.

Desenhando para os personagens

Nessa brincadeira, você deve ler o livro todo. Depois, pergunte à criança de qual ou quais personagens ela mais gostou e por quê. Agora, de posse de lápis de cor e canetinhas, proponha a ela que faça um desenho para o personagem. Pode ser algo relacionado à história de que ela mais gostou ou, ainda, mostrando para o personagem como é o seu dia a dia.

Final diferente

A proposta, nessa brincadeira, é estimular a imaginação. Depois de ler a obra, proponha à criança inventar um final diferente para a história. Vale fazer perguntas mais objetivas, como: Você gostou do final da história? Por quê? O que você mudaria na personagem X? E na Y? Dá para ir além, inserindo alguns valores e princípios. Que tal perguntar se a personagem X se comportou bem ou se ela era uma boa pessoa. Se não era, por quê? O que ela fez foi legal? Poderia ter feito diferente?

Geometria?

Se o livro apresentar diversas formas, é possível ensinar alguns conceitos geométricos. Apresente o livro à criança, lendo do início ao fim. Depois, volte e vá mostrando as diversas formas encontradas: o Sol em formato de círculo, a casa, um quadrado, e assim por diante. Em seguida, recorte as formas vistas em folhas de EVA e ajude a criança a identificá-las posteriormente.

Leia mais:

Dica para incentivar a leitura: começar pelos temas de que as crianças mais gostam!
Cantinho da leitura em casa: arquiteta dá dicas para manter os livros próximos das crianças