Como criar o hábito da leitura?

Não basta apenas estimular a prática em crianças e jovens, é preciso cuidar para que o hábito da leitura não se perca em todas as etapas da vida

Muito se fala dos benefícios que a leitura pode proporcionar para a vida de uma pessoa. Ler desenvolve a imaginação, aumenta a capacidade de argumentação e interpretação de textos e fatos, além de ampliar o vocabulário. Quem lê com frequência escreve bem, o que pode se tornar um diferencial para alunos em fase de provas para o vestibular e também para profissionais que precisam se destacar em suas carreiras. A leitura é também um ótimo exercício para o cérebro: ativa a memória, melhora a capacidade de concentração, ajuda a manter o cérebro lúcido e estimula a criatividade.

Se ler é tão importante assim, e garante tantos benefícios, por que o brasileiro cultiva tão pouco o hábito da leitura?

Educadores e pais com filhos em idade escolar trabalham para estimular a leitura em crianças e jovens. Ler desde cedo é uma das maneiras mais eficazes de desenvolver o hábito. Para quem cresce com pouco contato com os livros fica mais difícil inserir a prática no dia a dia. Mas apenas incentivar a leitura entre estudantes é suficiente para garantir que esse hábito seja mantido ao longo da vida? Será que esses mesmos adultos que estimulam crianças e jovens a ler também leem? A rotina atribulada, a internet e as redes sociais podem deixar os livros mais distantes do cotidiano, mas algumas práticas podem ajudar a retomar a leitura como um hábito, sem importar a idade.

Assuntos e temas mais agradáveis

Algumas pessoas associam a leitura a objetivos como estudo ou necessidade de obter alguma informação específica, esquecendo que é possível ler também como atividade de lazer. Existem obras e narrativas que podem ser bastante prazerosas, basta saber escolher.

Horário específico

Reservar horários determinados para ler ajuda a tornar o hábito natural e automático. Aquele tempinho na cama, antes de dormir, quando, normalmente, as pessoas costumam verificar as redes sociais, é um bom momento para abrir um livro. Ler nesse horário é ideal porque ajuda na fixação de conteúdos e na memorização durante o sono.

Tenha sempre um livro à mão

No transporte público, à espera de uma consulta médica, no intervalo entre uma aula e outra, e na pausa para o almoço: carregar um livro na bolsa ou a versão digital de uma obra no e-book ou tablet também é uma forma de estimular o hábito da leitura. Basta aproveitar essas pequenas brechas do dia.

Leia mais:

Leitura na adolescência: menos obrigação e mais prazer
Cantinho da leitura em casa: arquiteta dá dicas para manter os livros próximos das crianças