Dica para incentivar a leitura: começar pelos temas de que as crianças mais gostam!

Ele adora tubarões e se encanta por todos os filmes de peixes, mas não tem paciência para sentar para ler. Ela ama coisas curiosas e se interessa por superações, mas ainda não conhece a última edição do Guinnes Book. Que tal dar uma “forcinha” para esses potenciais futuros leitores? É justamente observando o interesse das crianças, curiosas por natureza, que os adultos podem incentivar a leitura e permitir a meninos e meninas que explorem o universo mágico da literatura.

Para o menino que gosta de peixes, uma boa ideia é oferecer livros com imagens fantásticas sobre o mar. Para a menina que se interessa por recordes, há uma infinidade de livros disponíveis que contam histórias de superação para todas as idades. Estimular e incentivar a leitura a partir do interesse das crianças é uma maneira de tornar o hábito ainda mais prazeroso.

Desde cedo, elas devem ser inseridas no mundo da leitura e isso fica mais fácil ao observar e respeitar a personalidade de cada um. E não vale dizer que a concorrência com a tecnologia é acirrada, pois até esse comportamento pode ser um grande estímulo para leitura. Para as crianças que gostam bastante do tema, por que não mostrar que os livros também podem ser acessados na Internet e apresentar as várias opções de títulos digitais?

Os benefícios são incontáveis. Crianças que são estimuladas desde cedo com o hábito da leitura se comunicam melhor, aprendem mais e tem um melhor desempenho nas disciplinas escolares, além de ampliarem o repertório para a vida.

Como incentivar a leitura

A leitura é um hábito que precisa ser cultivado desde cedo até que se torne uma rotina familiar. O cenário brasileiro de estímulo à leitura é otimista. No ano passado, a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, encomendada pelo Instituto Pró-Livro e realizada pelo Ibope, mostrou que o número de leitores do país cresceu 6% em 2016 (dados mais recentes) em relação ao ano anterior. De acordo com a pesquisa, a leitura ficou em 10º lugar quando o assunto é o que se gosta de fazer no tempo livre.

Dicas para ter um leitor voraz em casa

  • Comece dando exemplo. Você não pode pedir a seu filho que leia, se você mesmo não está dedicando um tempo à leitura.
  • Separe um tempo na rotina da casa para que todos leiam. Desligue os aparelhos eletrônicos e crie o “tempo da leitura”. Pode ser antes de dormir, já que é comprovado que a luz das telas de celulares, computadores e televisões prejudicam o sono.
  • Comece pelos temas do quais as crianças gostam. Animais, espaços, viagens, desenhos animados, qualquer repertório pode se um estímulo para gostar de ler.
  • Deixe que as crianças escolham. Dê a elas oportunidade de selecionar os livros que querem ler. Recomende, mas não imponha seus próprios gostos. Nem sempre o que foi bom para você será bom para ela.
  • Torne os livros atraentes. Obras muito arrumadinhas na estante podem dar a impressão de que não são acessíveis. Crie um espaço no quarto ou na casa para que os livros estejam sempre à mão.
  • Leia, leia, leia. A leitura é um hábito que se cria diariamente.

Leia também:

Seis dicas para o seu filho gostar de ler
Sete dicas para transformar a (sua) leitura em hábito