É possível aprender inglês na escola?

As gerações passadas deixavam a escola com um conhecimento mínimo da língua estrangeira. O que faz com que muitos pais hoje se perguntem: é mesmo possível aprender de inglês na escola?

Já faz um bom tempo que dominar a língua inglesa deixou de ser um diferencial de poucos para se tornar uma exigência do mundo globalizado. Durante a época escolar, nossa geração cresceu sem a pressão de que precisávamos, obrigatoriamente, falar bem o idioma. E o inglês que se ensinava na escola de fato não permitia isso. O resultado é que, segundo pesquisa realizada pela empresa de recrutamento on-line Catho, atualmente apenas 11% dos brasileiros conseguem se comunicar em inglês sem dificuldade. Com nossos filhos, essa história pode, e deve, ser diferente!

Falar bem outros idiomas que não seja o nativo oferece às pessoas oportunidades de crescimento, seja no mercado de trabalho ou na vida pessoal. E especificamente em relação ao inglês, a fluência nesse idioma é quase tão importante quanto a formação acadêmica do indivíduo. Nos preocupamos tanto com a vida escolar e o desenvolvimento dos nossos filhos e nem sempre damos a devida atenção ao aprendizado do inglês. É preciso mudar isso. Já se sabe que a criança que fala uma segunda língua consegue aprender mais e melhor outros conteúdos.

E qual o melhor caminho? Na nossa época, dominar o inglês só era possível com a realização de cursos extra-curriculares especializados. O que faz com que, hoje em dia, muitos pais se perguntem: será que é possível aprender inglês na escola sem ter que matricular meu filho em um curso fora? Se considerarmos o ensino de inglês da forma como era oferecido para a nossa geração, a resposta é não. Mas diante de tantas mudanças pelas quais a educação vem passando, é possível sim encontrar escolas que entreguem um ensino efetivo de inglês.

As instituições atuais, alinhadas a uma nova forma de ensinar e a um conceito moderno de aprendizagem, trazem um espaço bem maior para o aprendizado de outros idiomas. Algumas escolas oferecem uma carga horária maior para o ensino do inglês, o que permite que se tenha mais contato com a língua. Outro detalhe que faz a diferença é que hoje em dia algumas instituições organizam os alunos a partir do nível de conhecimento que eles têm sobre o idioma – e não mais pela série escolar ou idade. Para os pais, é uma ótima notícia. O vai e vem para levar e buscar o filho no curso extra de inglês pode ficar no passado.

Leia mais:

É possível aprender, de verdade, inglês na escola? No Programa Encontro, especialista deu a resposta
Seus filhos já sabem inglês melhor do que você?