Férias também é tempo de aprender!  

Como aproveitar a viagem para ensinar e aprender com os filhos

Seja qual for o destino, uma viagem em família pode ser uma experiência muito rica, bagagem para a vida toda. Sem a correria e as obrigações do dia a dia – cobrar a lição de casa, mandar arrumar o quarto, tirar a mesa do café da manhã – sobra tempo e disposição para curtir a vida familiar com mais leveza e tranquilidade. É uma mudança significativa na rotina que vai estimular os sentidos, despertar a curiosidade e fortalecer laços importantes.

Para Patricia Papp, autora do livro Como viajar com seus filhos sem enlouquecer, e coautora do blog Eu Viajo com meus Filhos, uma viagem é, para os pais, a materialização do desejo de ficar mais próximo e dar aos filhos toda a atenção que a rotina normalmente não permite. E mais, é um momento para aprender e ensinar, o que já começa no planejamento. “Envolver os filhos na escolha do destino desperta o interesse sobre o lugar e acerca das experiências que todos vão viver. Arrumar as malas também é um ótimo exercício de autonomia, principalmente para os mais velhos”.

Patrícia lembra, também, que o idioma e os sotaques do local escolhido podem render assunto para a família, assim como a História, a Geografia e até a Matemática. Quer saber como? Listamos dicas simples que podem ser exploradas nas próximas aventuras em família e ainda reforçar conteúdos da escola.

No Sistema Positivo de Ensino, o aprendizado é construído com base na realidade do aluno. A bagagem que ele traz de seu cotidiano e sua percepção da realidade são reconhecidas e estimuladas. A troca de informações sobre as férias de cada criança, os questionamentos e as descobertas são um rico material que proporciona a integração do grupo e mostra que o conhecimento não está restrito aos livros ou conteúdos de sala de aula. Aqui, todo o conhecimento é bem-vindo!

Leia mais:

Cozinha também é sala de aula
Cinco séries para assistir com os filhos adolescentes