Olimpíada do conhecimento

Escola conveniada propõe uma forma diferente de transmitir e avaliar o conhecimento

Ocupar uma posição passiva dentro da sala de aula, simplesmente copiando o conteúdo e ouvindo o que o professor tem a dizer, é coisa do passado. Hoje, o cenário é outro. A educação mudou e o estímulo à autonomia e à criatividade ganha cada vez mais importância no processo de ensino e aprendizagem.  É assim no Colégio Acadêmico, de Salvador (BA), que criou uma forma diferente de avaliar e transmitir conhecimento. Trata-se de uma olimpíada que usa temas do dia a dia, como educação financeira e preservação do meio ambiente, para estimular nos alunos o prazer em aprender.

“A princípio, a ideia é perceber que a educação mudou e como é que a gente poderia inserir essas mudanças no cotidiano do aluno. O Olinca, que é a olimpíada interdisciplinar, tem justamente essa função”, explica Simone Ribeiro, idealizadora e coordenadora do projeto, em reportagem realizada pelo programa Encontro, com Fátima Bernardes.

Durante a olimpíada do conhecimento, os estudantes saem da sala de aula para realizar pesquisas e análises, sempre interagindo uns com os outros e construindo seu próprio conhecimento de forma lúdica. Exemplo disso é a atividade de matemática financeira, em que os alunos precisam compor uma cesta básica e, a partir disso, fazer uma correlação com os alimentos que fazem bem à saúde.

Para conhecer as atividades e mais detalhes do projeto, clique aqui e assista à reportagem completa do programa Encontro.

Leia mais:

Pais e mães de volta à sala de aula 
Seu filho aprende diferente: veja mudanças no ensino de História, Geografia e Ciências