Ser professor: desafios e realizações

Professores do Positivo falam sobre a experiência de ser professor

A primeira referência na vida de uma criança, depois de seus pais e avós, costuma ser o professor. Ser professor também significa ser responsável por despertar nos alunos, logo nos primeiros anos da Educação infantil, princípios éticos e morais e, junto com a instituição e a família, formar cidadãos críticos e preparados para os desafios do mundo.

A profissão exige mais do que desenvoltura e preparo para estar em sala de aula e para a tarefa de ensinar algo a alguém. O professor é responsável por despertar nos alunos o desejo pela descoberta, pelo saber e pelo conhecimento.

Quem vive intensamente a profissão costuma estar se atualizando, buscando metodologias que favoreçam o aprendizado, a compreensão e a vivência dos alunos não somente em sala de aula, mas também fora dela.

Cordeiro, professor de Física

Luís Fernando Cordeiro, professor de Física há mais de 30 anos, conta que a cumplicidade e o foco dos alunos em classe, além do silêncio e da atenção, motivam-no em sua carreira profissional. “Gosto de olhar no olho, e ver que os alunos estão motivados me inspira também. Tive poucas dificuldades em sala de aula e acredito que as perguntas que os alunos nos fazem demonstram aquilo que precisamos mudar, então me atento a isso e tento melhorar no que posso sempre que possível”, ele diz.

Daniel, professor de História e Filosofia

Para o professor de História e Filosofia, Daniel Medeiros, os estudantes costumam prestar atenção no que tem significado para eles. “Eu entendo que os alunos ficam atentos naquilo que faz sentido de alguma forma na vida deles. Então, minha função é transformar o que eu falo em algo que tenha alguma relevância para a classe”. Ele destaca, ainda, a importância da proximidade entre a instituição escolar, os pais e os professores para ajudar os alunos. “Muitas vezes, os jovens costumam conversar comigo em relação ao caminho que querem seguir profissionalmente; então eu tento fazer um intermédio entre os alunos e seus pais sem influenciar nas decisões, mas tento mostrar para os jovens que eles têm voz”, diz o professor.

Profissão gratificante

Para ambos os professores, o mais gratificante em ser professor é contribuir para o aprendizado de cada aluno individualmente e também como um grupo. “Perceber que eles estão realmente aprendendo aquilo que ensino e que estão interessados é recompensador”, aponta Luís Fernando. “Os jovens precisam ter adultos dizendo para eles sobre o que é a vida, o que é a sociedade que vivemos. Saber que eu posso contribuir de alguma forma para a vida deles, me motiva”, finaliza Daniel.

Leia mais:

Um bom professor nunca está pronto: a necessidade da constante modernização do ensino
Valorização do professor – a importância do educador no processo de aprendizagem dos alunos