Três dicas para estimular a curiosidade das crianças

A curiosidade, quando estimulada, potencializa o aprendizado das crianças

Curiosidade, de acordo com o Dicionário Aurélio, é o “desejo de ver, saber, informar-se”. A curiosidade nos move em busca de novas descobertas, não tem hora nem lugar para acontecer; não está restrita aos conteúdos da escola ou à sala de aula.

Toda mãe sabe, aliás, que as perguntas mais malucas – e muitas bem difíceis de responder – surgem nos momentos mais inusitados. Quantas vezes seu filho não a surpreendeu dentro do carro com perguntas do tipo: “Como o avião consegue voar?”.

Crianças são curiosas por natureza. Ainda bebês, começam a descobrir o mundo e não param mais. E quando estimuladas, a capacidade de aprendizado delas será potencializada. Por isso, é importante que elas tenham espaço para perguntar, tanto na escola quanto em casa. Você não sabe a resposta? Não tem problema. Diga a verdade e proponha descobri-la junto com seu filho. O ideal é responder o que está ao seu alcance, da forma mais didática possível. As respostas não precisam ser dadas na hora exata da pergunta. Encontre um horário para pesquisarem juntos. A conexão afetiva criada nesse momento será fundamental para que ele lembre para sempre dessa nova descoberta.

Confira, a seguir, três dicas para despertar ainda mais a curiosidade das crianças em casa. 

1 – Dê espaço para a imaginação e para a criatividade

Organize um cantinho da casa com tesoura, cola, tintas, canetas coloridas, papel, revistas para recortar, sucata e outros materiais. Deixe a imaginação correr solta. Esse tempo de criação livre é um excelente combustível para a curiosidade.

2 – Construa a base para que a criança possa formular questionamentos

Conte uma história até a metade e estimule a criança a pensar em como será o final da trama. Vocês podem inverter o processo: ela começa a história e você continua. Outra ideia é eleger algumas palavras que devem fazer parte do enredo, por exemplo, uma história que tenha uma menina, uma árvore de chicletes e três galinhas. Essa é uma brincadeira muito legal para fazer no carro, no banho ou enquanto está arrumando a casa.

3 – Diversifique as fontes

Quando não souber uma resposta, peça a ajuda da criança para descobrir nos livros, na revistas, na internet ou perguntando para outras pessoas. É importante que ela saiba que existem várias formas de chegar às possíveis respostas e, depois de consultar as diferentes fontes, que possa tirar suas próprias conclusões.

Leia mais:

A importância da criatividade na vida escolar de nossos filhos
Quatro formas de entender como a educação mudou